Aqui você tem acesso ao seu boleto e muito mais. Acesse já.  

Impermeabilizar o sofá ou não?

Saiba como funciona o serviço e descubra se ele atende às suas necessidades

O sofá muitas vezes é um dos móveis mais caros da casa e também o mais utilizado na maior parte do tempo. Por isso, ele pode sofrer diversos acidentes durante o dia a dia, como líquidos derramados, por exemplo, e acumular mais sujeira do que os outros itens de um lar e é por essa e outras razões que a impermeabilização de sofá tem se tornado um serviço tão popular no Brasil. Abaixo você tira todas as dúvidas sobre o assunto e, assim, pode concluir se é uma boa impermeabilizar seu sofá.

A princípio é importante saber que a principal função da impermeabilização é repelir líquidos e impedir que poeira e pêlos de animais impregnem no tecido. Além disso, ela aumenta a vida útil do sofá e impede o desgaste por marcas de sol, que é bastante comum. No entanto, a impermeabilização não é 100% eficaz, existem substâncias ácidas, como vômito e xixi, que podem ultrapassar a camada impermeável do estofado.


(Foto: Shutterstock)

Em geral, o processo para impermeabilizar o sofá demora de 20 a 40 minutos, mas existe o tempo de espera da secagem. E segundo Joyce Almeida, profissional de marketing da Dr. Lava Tudo, pessoas alérgicas precisam evitar o ambiente num primeiro momento: “A impermeabilização tem cheiro forte, mas o cheiro se exala por completo no período de secagem, entre 2 e 3 horas, basta manter o local bem arejado. Durante a aplicação aconselhamos que pessoas alérgicas não fiquem no local, pois o cheiro pode causar algum desconforto”, alerta ela.

Após fazer a impermeabilização, a manutenção que você precisará fazer é, na verdade, bem simples e não foge muito do que já é feito durante uma boa faxina, usando um aspirador de pó ou um pano seco uma vez por semana. Joyce explica que isso aumenta a durabilidade da impermeabilização e que, com esses cuidados, ela pode durar por 12 meses, quando deve ser refeita.


(Foto: Shutterstock)

Já no caso de algum líquido cair sobre o sofá, é ao papel toalha ou a um pano seco que você deve recorrer para absorver o líquido, que irá se transformar em grandes gotas. “Se for derramado um material semissólido, por exemplo, sorvete ou iogurte, basta removê-lo com uma espátula antes da absorção e com o pano ou papel toalha. Substâncias pastosas, que tenham pigmentos, como batom, esmalte ou tinta de caneta, devem ser manuseadas com mais cautela, pois podem manchar o estofado”, explica Joyce Almeida.

Vale ressaltar também que é muito importante pesquisar sobre a empresa a qual você vai contratar, tendo em vista que mais de uma notícia recente reportou casos de explosões seguidas de incêndio durante impermeabilizações de sofás. Na maior parte de vezes, esses acidente são causados por empresas que utilizam produtos inflamáveis durante o processo ou quando o profissional não tem a certificação adequada para fazer o serviço. Por isso, pesquise e procure indicações de conhecidos antes de se decidir.


(Foto; Shutterstock)

Fonte: https://revista.zapimoveis.com.br/